Pinus Taeda (Nú)

Pinus taeda l.

Nomes populares – Pinheiro-amarelo, pinheiro-rabo-de-raposa, pinheiro-do-banhado, pinos, pinho-americano.

 

Características gerais – Árvore de 25-30 m de altura, nativa nos Estados Unidos (costa atlântica do Sudeste e Golfo do México), de tronco com casca marrom-avermelhado, fendida com cristas escamosas. Ramos novos azulados, depois marrom-amarelados com muitas cristas. Folhas (acículas) em número de 3 por fascículo, rijas, finas, agudas, com margens, finamente denteadas, torcidas, persistente por vários anos. Frutos (cones) laterais ou quase terminais, decíduos, quase sésseis, de escamas alongadas com uma saliência transversal e um espinho triangular, recurvando no ápice. Sementes com asa, de cor marrom-escura, manchadas de preto. É semelhante ao Pinus elliottii Engelm., diferindo principalmente pela secção transversal triangular das acículas, as quais são também mais curtas e mais escuras, e pelos cones que são quase sésseis e acinzentados.

 

 

Usos: Madeira com alburno amarelo, utilizada na construção de barcos, postes, dormentes e construção civil. No sul do Brasil é cultivada, sobretudo nas terrais mais altas do Planalto Catarinense e na Serra Gaúcha. Espécie tolerante a terrenos úmidos e com características ornamentais, pode ser cultivada na arborização.

Comprar no Varejo